Feeds:
Posts
Comentários

Archive for setembro \17\UTC 2009

cobra- canoa paulista

Hoje um chinês me gritou:
– és cão, és rato

Lati sorrateira e fui obediente guardar as porteiras do subterrâneo

cobra canoa quis sair
vinda de cima do mapa
até o Tietê

deixei.
ela, grande e colorida
penduricalhos por toda extensão
porta- retrato de algum bisavô

Sorriu-me a dita cuja
dentes de edifícios
espelhados

boca baforenta
guardando aromas
começo do mundo

corre a cobra canoa
pele descamada em asfaltos
tripas metrô

Não ouse voltar , cumprida história
eu disse, coçando pulgas
intrigada: ela nunca termina de sair por completo

não quer saber
avança em sotaques
estrábica
ampliando pistas das marginais:
os canoeiros vão passar

Anúncios

Read Full Post »